O presidente da CNT (Confederação Nacional do Transporte), Vander Costa, enviou ofício, nesta semana, ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, manifestando seu apoio à iniciativa do Sindan (Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal) de aproveitar laboratórios que fabricam imunizantes animais para a produzir vacinas contra a covid-19 no Brasil.  

Segundo o Sidan, a indústria para a saúde animal possui três plantas com o nível de biossegurança NB3+ com capacidade instalada para a produção local de um volume expressivo de doses para atender a demanda nacional.

No ofício, o presidente da CNT reafirmou o compromisso dos transportadores na manutenção dos serviços do transporte de pessoas, alimentos, medicamentos e outros suprimentos necessários para enfrentar a atual crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. Também reforçou a disposição de colocar as 157 unidades operacionais do SEST SENAT, instaladas em todo o país, como pontos de vacinação contra a covid-19 e a influenza.

A CNT também apoia a campanha "Vacina Já! O Brasil tem pressa!", encabeçada pelos empresários do transporte. O movimento busca chamar atenção da sociedade para a extrema necessidade da imunização em massa dos brasileiros – a fim de retomar plenamente a vida econômica do país –, incentivar o uso de máscaras por parte da população e reforçar a disposição do setor de transporte em contribuir para acelerar a logística da vacinação da no país.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte