Somente em 2019, mais de 40 mil pessoas perderam a vida e 255 mil ficaram lesionadas em acidentes no Brasil, de acordo com dados do DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre). Para pensar novas formas para um trânsito mais seguro, a Fetransportes (Federação das Empresas de Transportes do Estado do Espírito Santo) realiza o Fórum Digital de Segurança no Trânsito. Com programação totalmente online, os painéis contam com a participação de especialistas no tema.

Durante a sua participação no evento, o diretor-executivo da CNT, Bruno Batista, destacou a necessidade de atenção à infraestrutura viária. “Nossas rodovias possuem números que países como os EUA e o Canadá tinham na década de 1980. É preciso, sim, aprimorar a formação dos motoristas, mas precisamos de que o poder público estruture ações para solucionar os problemas de infraestrutura. O condutor não pode ser apontado como o grande responsável pelos acidentes. A análise mais apurada das causas mostra que isso não é verdade. A partir daí, podemos criar ações. Os números de outros países mostram que é possível.”

A CNT tem um estudo que relaciona a qualidade da infraestrutura com os acidentes rodoviários. Veja aqui.

Para o Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa Vieira, o poder público deve coordenar ações práticas que transformem o desejo da sociedade em políticas. Já incorporamos o Denatran (Departamento Nacional do Trânsito) ao Ministério da Infraestrutura para agirmos mais sincronizados. Além disso, temos o projeto de criação de uma comissão de gestão para a pauta da segurança do trânsito. “Somos signatários da Declaração de Estocolmo, que traz várias boas práticas para o trânsito. Agora, temos uma nova década para tentarmos reduzir o número de acidentes. Devemos discutir e ampliar os conceitos, como segurança viária e veicular e formar o cidadão na disciplina do trânsito para essa nova década.” 

Nas discussões, que seguem até essa quarta-feira (16), estão temas como mobilidade urbana, tecnologias para a segurança no transporte e o futuro do trânsito após a pandemia.

Saiba mais sobre o Fórum aqui.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte