O Prêmio CNT de Jornalismo 2022 já tem os seus 30 trabalhos finalistas. Para chegar a esse resultado, as reportagens e fotografias inscritas foram validadas pela Comissão Organizadora e avaliadas por um grupo de pré-selecionadores, formado por cinco jornalistas com atuação acadêmica. Essa avaliação seguiu os seguintes critérios: relevância para o setor de transporte, para o transportador e para a sociedade; qualidade editorial; criatividade/originalidade; e atualidade dos temas.


As pautas abordaram aspectos do transporte, seja ele rodoviário, ferroviário, aquaviário ou aéreo – nos segmentos de passageiros ou cargas. 


Os materiais se enquadram nas categorias Áudio (para matérias de rádio e podcasts), Fotojornalismo, Impresso, Internet, Meio Ambiente e Transporte e Vídeo (para reportagens e documentários veiculados na TV e em serviços de streaming).

Os finalistas, agora, serão avaliados pelo corpo de jurados do Prêmio, que, neste ano, é composto por: Caio Quero, editor chefe da BBC Brasil; Daniel Rittner, repórter especial do Valor Econômico; Gustavo Uribe, colunista de política da CNN Brasil; Rodrigo Orengo, diretor executivo de jornalismo da Band Brasília; e Luiz Afonso dos Santos Senna, PhD em Transportes e conselheiro-presidente da AGERGS (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul).

O trabalho com a maior nota receberá o Grande Prêmio CNT de Jornalismo, no valor de R$ 60 mil. Os ganhadores das demais categorias recebem, cada um, R$ 35 mil. O resultado final será divulgado no mês de novembro. Os vencedores serão conhecidos no início de novembro.

Finalistas

Áudio

“Desafios do transporte público de Guarapuava”

Cléber Gomes, Rádio Cultura FM – Guarapuava (PR)


“Maio Amarelo: atenção no RS, aumentam multas por o uso de celular ao volante”

Cid Martins, Rádio Gaúcha


“Nas ondas do asfalto”

Juliana Contaifer, Metrópoles


“Rotas da exaustão”

Tércio Saccol, Vós


“Vamos de bicicleta”

Daniel Ito Isaia, Rádio Nacional


Fotojornalismo

“A ausência de asfalto em 88% das estradas brasileiras isola comunidades inteiras no interior do país”

Igo Estrela, Metrópoles


“Desculpe o transtorno, estamos sem obras”

Flávio Tavares, O Tempo 


“Mobilidade urbana”

Rubens Cavallari, Folha de S.Paulo


“Uma lancha ou uma barca?”

Fabiano Rocha, Jornal Extra


“Vida sem paz”

Daniel de Cerqueira, O Tempo


Impresso

“A farra das pavimentações da Codevasf”

Flávio Ferreira, Folha de S.Paulo


“A farra do caminhão de lixo”

Vinícius Valfré, Estado de S. Paulo


“A licitação superfaturada de ônibus escolares do FNDE”

André Shalders, Estado de S. Paulo


“Capitais no radar”

William Cardoso, Folha de S.Paulo


"O custo dos combustíveis para os mais pobres e a criatividade para garantir o transporte e a melhoria de vida no sertão"

Luiz Ribeiro dos Santos, Estado de Minas


Internet

“A morte a caminho do sonho”

Galtiery Rodrigues, Metrópoles


“A morte do BRT”

Roberta Soares, Jornal do Commercio

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4

Link 5

Link 6

Link 7

Link 8

Link 9

Link 10


“Desculpe o transtorno, estamos sem obras”

Queila Ariadne, O Tempo


“Itapapers: decolagem e queda anunciada da Itapemirim Transportes Aéreos”

Vanessa Lippelt, Congresso em Foco

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4

Link 5

Link 6

Link 7

Link 8


“O progresso passou e se esqueceu de mim”

Mirelle Pinheiro, Metrópoles


Meio ambiente e transporte

“Autópsia da sucata: para onde vão os carros após a morte?”

Pedro Grigori, Correio Braziliense


“Caminho verde”

Rone Carvalho, Jornal Diário da Região (SP)


“Estrada para a sustentabilidade”

Kelly Almeida, Portal R7


“Riqueza enferrujada e poluente”

Alexandre de Paula, Portal R7


“Setor de transporte busca tecnologias além do motor elétrico para zerar emissões”

Luciana Dyniewicz, Estado de S. Paulo


Vídeo

“A máfia no transporte”

Chico Regueira, TV Globo


“Caminho até a escola”

Marcelo Souza, Record TV

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4

Link 5


“Estrada da riqueza”

Mariana Soares, Record TV

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4

Link 5



“Roubo de carga”

Amanda Binato Hermano, Record TV

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4


“Trânsito que mata”

Giselle Barbieri, Record TV

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte