Um dos principais fatores relacionados ao desenvolvimento do setor de transporte e do Brasil está ligado a um trânsito mais seguro, com menos acidentes e mortes. As ocorrências diárias nas rodovias brasileiras geram enormes custos sociais e econômicos. Com a perda de vidas, há grandes traumas para a sociedade e impactos diretos e indiretos na economia. 

O Brasil registra 14 mortes por dia nas rodovias federais. A cada ano, são mais de 50 mil acidentes com vítimas, muitos deles com o envolvimento de caminhões. As estatísticas mostram que esses veículos pesados não estão presentes na maioria das ocorrências. Mais de 60% dos acidentes têm o envolvimento de carros de passeio. Em mais de 40%, há motocicletas; e em torno de 20%, há caminhões. Ainda assim, sabemos que uma ocorrência envolvendo caminhão traz maior risco devido às características e ao porte desse tipo de veículo. 

Diante desse cenário e ciente do seu papel de promover o desenvolvimento do setor e de estimular um trânsito mais seguro, a CNT desenvolveu o estudo: Acidentes Rodoviários - Estatísticas Envolvendo Caminhões. Os dados dos últimos anos mostram onde esses acidentes ocorrem com mais frequência, os problemas de infraestrutura rodoviária associados a eles e, também, os fatores referentes aos motoristas, que precisam ser corrigidos para aumentar a segurança nas rodovias.

Ao analisar as ocorrências de um período de 12 anos (de 2007 a 2018) nas rodovias federais brasileiras, a CNT espera contribuir para uma maior conscientização de todos: motoristas, transportadores, poder público, acadêmicos e sociedade em geral. 

A Confederação considera que, com o melhor entendimento das estatísticas sobre as características dos acidentes, é possível auxiliar os tomadores de decisão no desenvolvimento de políticas públicas efetivas que melhorem a segurança de nossas rodovias para todos os condutores.

Publicações



CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte