A Confederação Nacional do Transporte (CNT) acaba de concluir a análise sobre o orçamento para investimento em infraestruturas de transporte, que consta no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o ano que vem. O resultado está detalhado no Radar CNT do Transporte – PLOA 2023, publicado nesta quinta-feira (15), no site da CNT. Na prática, as perspectivas para o setor não são boas. O PL prevê que os recursos da União para o Ministério da Infraestrutura sejam reduzidos em R$ 1 bilhão. Caso a proposta seja aprovada como está hoje, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) perderá R$ 899 milhões.

A CNT tem feito um esforço junto ao Congresso para alertar os parlamentares sobre a importância de recomposição dos recursos para investimento em infraestrutura de transporte, considerando que o volume de recursos reservado no PLOA para emendas do relator geral é de R$ 19,4 bilhões.

O árido cenário que se desenha pela frente afeta o desempenho do setor transportador. A baixa disponibilidade de recursos implica em menor investimento em manutenção e em construção de infraestrutura de transporte do país. Toda essa situação gera ao transportador aumento de custo operacional, maior tempo de deslocamento e risco de sinistros de trânsito, dentre outros percalços.

Acesse o Radar CNT do Transporte – PLOA 2023

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte