A delegação de empresários e executivos do setor do transporte que está participando da Missão Internacional à Alemanha ficou quatro dias em Hanôver, na região da Baixa Saxônia, onde tiveram contato com o que há de mais moderno e tecnológico no setor. Nessa segunda-feira (26), eles foram para Frankfurt para os últimos dias da missão.
Carros elétricos e movidos a hidrogênio, perspectivas para o futuro e novidades que virão nos próximos modelos de ônibus e caminhões foram algumas das atrações que eles encontraram durante a visita a IAA Transportation, considerada a mais importante feira do mundo para a indústria de veículos comerciais. Além de acompanhar os desenvolvimentos em todos os aspectos da mobilidade, desde os veículos comerciais e a eletromobilidade, até a direção autônoma em um futuro próximo, a feira aborda também a demanda por cadeias de logística cada vez mais modernas e eficientes, aliando segurança e eficiência de entrega ao crescimento de centros.
Em 2022, a IAA Transportation trouxe discussões sobre inovação, cadeias de suprimentos digitais, proteção ambiental, motores alternativos e sistemas de segurança nas estradas, afirmando seu compromisso com o futuro da logística.
Com foco em inovações e tecnologias para ônibus, vans, caminhões e trailers, a feira teve 1.500 expositores. “Aqui é a Disneylândia para nós, do setor. No meu caso, a Sambaíba é 100% de transporte urbano de passageiros. A minha maior expectativa sempre foi em relação à eletromobilidade, porque precisamos ter 300 ônibus elétricos ano que vem, devido ao contrato do transporte público com o município de São Paulo, que prevê que 50% dos ônibus da cidade têm que ser elétricos para redução de poluentes”, afirmou Paulo Gomes, da Sambaíba. Ele reiterou que essa expectativa foi alcançada. Os executivos tiveram contato com as principais marcas de ônibus e caminhão do mundo, como Volvo, Man, Volkswagen, Iveco e Scania.
A Volvo se apresentou para a comitiva como a primeira empresa a já produzir e vender caminhões elétricos, que proporcionam uma redução de 10% de combustível com relação à plataforma movida a diesel. A delegação pode ver de perto dois modelos de caminhões que chegarão no Brasil ano que vem: o FM, que começará a ser vendido em setembro e, em seguida, chegará no país o modelo FH.
A Iveco é uma empresa focada em montar, projetar, fabricar e comercializar caminhões e ônibus e busca utilizar e inovar suas tecnologias de forma a atender – e antecipar – os requisitos da legislação ambiental e de segurança vigentes, tendo uma preocupação de sustentabilidade atual e futura. Dessa forma, foram apresentados para a comitiva os caminhões de hidrogênio fabricados pela marca na Holanda. Os veículos passaram por testes de impacto que demonstraram a segurança do protótipo, pois a batida não resultou em curto-circuito nem explosão. Outro diferencial é que eles possuem duas baterias grandes, de forma que, se acontecer alguma coisa na célula de combustível que está embaixo da cabine do motorista, é possível continuar com a parte elétrica do motor.
No stand da Scania, os empresários conheceram alguns destaques da empresa, relacionados à eletromobilidade, e um novo motor a diesel que foi desenvolvido pela marca. O motor e o eixo criados pela Scania conseguem reduzir 8% no consumo de combustível de um caminhão – lançamento que estará no Brasil no próximo ano e é resultado de um investimento de U$ 2 milhões. Essa redução é um valor mínimo que qualquer motorista consegue em qualquer estrada e, dependendo das características da via e da carga, a redução pode ser ainda maior.
Na visita à Scania, os executivos tiveram maior noção sobre o investimento em veículos elétricos. Um caminhão 100% elétrico, por exemplo, custa três vezes mais que o valor de um a diesel. Entretanto alguns incentivos do governo e a economia com combustível faz com que o investimento seja válido.
A MAN apresentou o seu lema Simply Main –  que quer dizer que a empresa é mais que um fabricante de veículos, ela oferece soluções. Os visitantes tiveram a oportunidade de descobrir os mais recentes modelos da MAN e suas soluções holísticas de mobilidade. E, por já trabalhar nas soluções de amanhã, a empresa está transformando todo o setor, porque quer “simplesmente mais”: mais digitalização, condução mais autônoma, emissão zero. Eles apresentaram um protótipo de um trator 4x2 de bateria elétrica, que será lançado em dois ou três anos e terá autonomia de 800 quilômetros.
A Volkswagen Commercial Vehicles também foi visitada pela delegação na IAA Transportation 2022. Os brasileiros viram uma grande variedade de novos modelos e soluções inteligentes que estão sendo mostradas em praticamente todas as categorias e áreas, com destaque para o primeiro veículo paramédico da linha ID.Buzz – que também estão fazendo suas estreias em conceitos inovadores de veículos, como a nova versão Multivan e todos os tipos diferentes de superestrutura para o bem-sucedido modelo Crafter.

Visita à cidade do automóvel

A Autostadt é um complexo localizado em Wolfsburg, a aproximadamente 90 quilômetros de Hanôver. Tem entre suas principais atrações o museu com modelos clássicos de carros que hoje não são mais produzidos, além das novidades em carros elétricos da marca.
Ainda em Wolfsburg, a delegação assistiu à palestra “Mobilidade urbana em 13 grandes cidades do mundo”, apresentada por Christiane Miethe, gerente regional da América do Sul sobre Relações Externas Corporativas da Volkswagen AG. O grupo Volkswagen acredita que o mundo da mobilidade vai mudar drasticamente, a partir de 2030, quando carros elétricos e transporte totalmente em rede com direção autônoma determinarão como nos movimentaremos no futuro. O grupo é um importante impulsionador dessa transformação e acelera seu realinhamento de fabricante de veículos para empresa de tecnologia. Christiane Miethe apresentou os tópicos de inovação no âmbito da mobilidade urbana em 13 grandes cidades do mundo, com foco também em São Paulo.
CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte