O orçamento para investimentos em infraestrutura de transporte, em 2023, será de mais de R$ 17 bilhões. O valor — quatro vezes maior do que o previsto inicialmente — consta na Lei Orçamentária Anual (LOA) para este ano, sancionada, nessa terça-feira (17), pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e publicada, nessa quarta-feira (18), no Diário Oficial da União (DOA).

De acordo com o texto, existe a previsão orçamentária de R$ 16,4 bilhões para investimento em transporte terrestre e trânsito; R$ 2,12 bilhões em transporte aquaviário; e R$ 603 milhões em aviação civil. Esse incremento foi possível porque o relator geral do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB/PI), utilizou os recursos que lhe eram discricionários para destinar R$ 12,2 bilhões para investimentos no setor.

Durante a tramitação do Projeto de Lei Orçamentária no Congresso Nacional, a CNT (Confederação Nacional do Transporte) trabalhou junto a parlamentares para ampliar o valor do investimento em infraestrutura em todo o território nacional, com destaque para o aporte de recurso em trechos rodoviários que são estratégicos para a logística do país.

A Confederação defendeu desde o início da tramitação da matéria a ampliação do investimento em infraestrutura de transporte e com a sanção acredita que, com a liberação desses valores, a logística brasileira será mais eficiente e haverá uma redução real do custo Brasil.

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte