Após seis meses do início da pandemia causada pela covid-19, os sistemas de metrô, trem urbano e Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de todo o Brasil ainda permanecem com baixa demanda de passageiros, constata o Balanço do Setor Metroferroviário (3º trimestre/2020), divulgado nesta segunda-feira (19) pela ANPTrilhos (Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos).

No 3º trimestre do ano, o setor registrou um aumento de 27% no volume de passageiros, em relação ao trimestre anterior. Embora o aumento pareça significativo, nesses sete meses de pandemia, o setor ainda continua movimentando menos de 50% dos passageiros normalmente esperados.

Os sistemas metroferroviários fecharam o trimestre apresentando redução de -54% na quantidade de passageiros transportados, em relação ao mesmo período do ano anterior. A manutenção da demanda de passageiros em níveis ainda muito baixos é reflexo das medidas de distanciamento social adotadas por governos estaduais e municipais.

Após a abrupta queda de demanda vivenciada pelo setor no final de março, quando perdeu 84% dos seus passageiros, os operadores metroferroviários vêm apresentando uma lenta recuperação no número de passageiros, com uma taxa média de 9% ao mês. Mantendo-se essa tendência de lento crescimento de demanda, o setor deverá iniciar 2021 ainda em forte crise, aponta o balanço.

Clique aqui para acessar o Balanço do Setor Metroferroviário (3º trimestre/2020).


CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

© 2019 - Confederação Nacional do Transporte