O volume de serviços para o setor do transporte cresceu em maio deste ano. A evolução positiva segue a tendência de alta que o setor vem apresentando desde o segundo semestre de 2021. O desempenho do transporte em maio de 2022 foi 16,7% melhor do que em fevereiro de 2020 – período imediatamente anterior à pandemia –, percentual acima até mesmo do índice geral do PMS (8,45%). A constatação faz parte do Radar CNT do Transporte – Pesquisa Mensal de Serviços e IBC-Br – Maio/2022, lançado hoje (15) pela Confederação Nacional do Transporte.

O informe da CNT analisa a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), da qual o transporte faz parte. A PMS foi divulgada esta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Sua performance em maio contrasta com a queda da atividade econômica apontada pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia para o Produto Interno Bruto (PIB), do IBGE.

Para o transportador, essa movimentação econômica serve como um sinal de alerta. Embora o serviço esteja crescendo, a instabilidade do preço dos combustíveis e a queda do fluxo de veículos podem afetar o desempenho do transporte nos próximos meses.

Confira os detalhes no Radar CNT do Transporte – Pesquisa Mensal de Serviços e IBC-Br – Maio/2022

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte