O transporte de passageiros se recuperou paulatinamente desde a drástica redução do volume de serviços no início da pandemia e registrou, pela primeira vez em dois anos e meio, desempenho semelhante ao do período pré-pandemia. Em julho deste ano, o segmento ultrapassou o valor registrado em fevereiro de 2020 em 0,43%. A pesquisa também apontou nova ampliação no volume de serviços: de 1,1% em relação a junho.

A análise faz parte do Radar CNT do Transporte – PMS e IBC-Br – Julho/2022, divulgado nesta segunda-feira, 19, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). A elaboração do informe da Confederação é realizada a partir da divulgação da PMS pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

O setor de transporte como um todo também se destacou em julho, com elevação de 2,3%, terceiro mês seguido de aumento em 2022. Já em relação a fevereiro de 2020, o volume de serviços de transporte e os demais setores de serviços registraram crescimento – no primeiro caso, de 20,17%, e, para os demais, de 8,95%.

O desempenho da atividade econômica, medida pelo IBC-Br, publicado pelo Banco Central em 15 de setembro, também foi positivo em julho. No mês, o Índice aumentou 1,17%, no ritmo do volume de serviços. Com isso, o indicador ficou 3,5% acima do nível pré-pandemia.

Acesse Radar CNT do Transporte: PMS e IBC-Br – Julho/2022

CNT - Confederação Nacional do Transporte

SAUS Q.1 - Bloco J - Entradas 10 e 20
Ed. Clésio Andrade - CEP: 70070-944 - Brasília - DF
Fale Conosco: (61) 2196 5700

©2021 - Confederação Nacional do Transporte